segunda-feira, 8 de abril de 2013

Review - Episódio 3x02 "Dark Wings, Dark Words"


Joffrey que se cuide.

Se eu já tinha achado o início de temporada de “Game of Thrones” um pouco lento, fui surpreendido com um segundo episódio ainda mais lento. Dark Wings, Dark Words deu continuidade a algumas das tramas do final da segunda temporada que não couberam no episódio passado, mas assim como esse, serviu apenas para localizar o espectador em cada parte desta história cada vez mais intrincada.

Como fã dos livros, foi bom ver cada uma das futuras tramas tomando forma, mas como espectador, foi um tanto quanto maçante ver uma hora inteira de Jaime e Brienne andando, Arya andando, Bran (quase) andando... Mas a mídia americana que já teve acesso aos primeiros episódios da temporada, afirma que no próximo episódio as peças começam a se encaixar, culminando num quarto episódio que deve literalmente “colocar fogo” na história.

Mas enquanto ele não chega, vamos falar de cada uma das tramas do irregular capítulo desta semana, que começou com Bran e seus estranhos sonhos com o corvo de três olhos – mas agora com uma novidade: Meera Reed e seu irmão Jojen (que muitos reconhecerão como o filho do Liam Neeson no filme “Simplesmente Amor”), um jovem que surge primeiramente em seus sonhos e logo aparece em carne e osso e mistérios, afirmando que também tem sonhos premonitórios e que o corvo de três olhos na verdade é o próprio Bran. Acontece que Bran é um “warg”, alguém que consegue entrar na mente de animais; e neste mesmo episódio conhecemos outro warg, Orell (ou o cara do olho de vidro de “Piratas do Caribe”), na única cena realmente interessante da turma além da Muralha.

Arya também retorna para nos apresentar a um novo personagem: Thoros de Myr, que por enquanto não revelou nada além de ser o líder de um grupo conhecido como “Irmandade sem Estandartes”, que está sendo procurado por Gregor “Montanha” Clegane, e no final revelam ter um trunfo sobre ele: seu irmão Sandor, o “Cão de Caça” que deixou Joffrey no final da temporada passada e retorna apenas para reconhecer Arya e acabar colocando-a nas mãos da quadrilha.

E se é pra aumentar a galeria de personagens, vamos conhecer mais um: Olenna Tyrell, a avó de Margaery, que usa sua língua afiadíssima para questionar Sansa sobre os podres de Joffrey e evitar que sua neta entre em terreno desconhecido quando se casar com o rei. Tudo bem que os Tyrell parecem estar do lado dos mocinhos, mas acho que a esta altura Sansa já devia ter aprendido a não confiar em ninguém. E eu preciso dizer o quanto ADOREI a cena de Margaery seduzindo Joffrey? Esta sem dúvida é uma personagem que pouco aparece nos livros mas está tendo um merecido espaço na série.

Outra cena que eu confesso ter gostado muito foi a de Catelyn falando de Jon Snow para a esposa de Robb. Pelo que eu me lembro, não se falou mais da relação dos dois desde o começo da primeira temporada, e este é um ponto importante que define muito da personalidade de Catelyn. Devemos descobrir mais sobre a personagem e sua família (algo que os fãs do livro esperam desde a primeira temporada) agora que ela está rumando para Correrrio para o velório de seu pai.

Ah, e o que dizer do retorno de Theon? Esta foi uma surpresa até mesmo para os leitores, que devem estar se perguntando quem o está mantendo em cativeiro – e eu tenho uma teoria de que a resposta pode estar na pose de Theon enquanto é torturado e a imagem do homem esfolado estampada nas bandeiras dos homens de Roose Bolton, que capturam Jaime e Brienne no final do episódio (após um ótimo duelo de espadas entre os dois).

Adendo: mais alguém reparou no quanto eles citaram Renly nesse episódio?

Adendo 2: E só pra gente odiar Joffrey um pouquinho mais, ele agora também é homofóbico?

Adendo 3: Tyrion e Shae são fofos, mas o anão só apareceu pra justificar o nome do Peter Dinklage na abertura, né?

Adendo 4: Continuo sentindo falta de peitinhos.

7 comentários:

sarahcastanha disse...

Cara, AMO suas resenhas. Sério, por favor, não pare =D

Caio Falcão disse...

Obrigado pelo incentivo Sarah!

Adoro fazer as resenhas dos episódios, e elas são sempre as postagens mais acessadas do blog. Só gostaria de um pouco mais de interação dos leitores nos comentários, hehe

Abraço

Dantas disse...

Alguma ideia de qual personagem importante vai morrer?

Daniel Cavalcanti disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael Pimenta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael Pimenta disse...

Amigo, só para tirar uma curiosidade: Você já leu os livros?

Suas resenhas são ótimas! E ajuda a fixar os nomes dos personagens que vão aparecendo! hehe

PS.: Também estou sentindo falta dos peitinhos!

Já na expectativa da resenha do terceiro episódio! QUE FINAL FOI AQUELE LORD?????

Abraço!

Ronald Luis disse...

Sou dos muitos que acompanham a resenha, mas não tem tantas condições de interagir. Vejo os episodios com certo atraso, o que também dificulta minha participação, mas por favor, continue escrevendo...!